A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise

A nanotecnologia ti iergido como um campo amplo, promissor e com grande impacto na sociedade, o que acaba por requerer a abordagem desta tematica no contexto escolar da Educação Básica. Neste estudo exploramos as concepções que estudantes dos três anos do Ensino Médio de uma escola pública brasileir...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autores Principales: Baffa Lourenço, Ariane, Colombo Junior, Pedro Donizete, Guilherme Licio, José, Bovolenta Ovigli, Daniel Fernando
Formato: Artículo (Article)
Lenguaje:Portugués (Portuguese)
Publicado: Universidad Distrital Francisco José de Caldas 2017
Materias:
Acceso en línea:http://hdl.handle.net/11349/19035
id ir-11349-19035
recordtype dspace
institution Universidad Distrital Francisco José de Caldas
collection DSpace
language Portugués (Portuguese)
topic Nanotechnology
Science and technology
Drawing
Teaching
Learning
Nanotecnologia
. Ciência e tecnologia
Desenho
Ensino
Formação
spellingShingle Nanotechnology
Science and technology
Drawing
Teaching
Learning
Nanotecnologia
. Ciência e tecnologia
Desenho
Ensino
Formação
Baffa Lourenço, Ariane
Colombo Junior, Pedro Donizete
Guilherme Licio, José
Bovolenta Ovigli, Daniel Fernando
A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise
description A nanotecnologia ti iergido como um campo amplo, promissor e com grande impacto na sociedade, o que acaba por requerer a abordagem desta tematica no contexto escolar da Educação Básica. Neste estudo exploramos as concepções que estudantes dos três anos do Ensino Médio de uma escola pública brasileira apresentam sobre nanotecnologia, a partir de desenhos sobre a tematica por eles produzidos. Identificamos que a maioria dos alunos relaciona a nanotecnologia a aparelhos eletrônicos e circuitos eletrônicos, uma pequena quantidade apresenta uma relação da nanotecnologia com átomos e moléculas e faz uma relação desta área do conhecimento com escala de tamanho. Além disso, observamos que não há diferença significativa das concepções dos alunos com relação à série do ensino médio que cursa. Resultados desta pesquisa indicam que propiciar momentos de reflexão sobre nanotecnologia no contexto escolar torna-se fundamental para que os estudantes tenham a percepção de seu cotidiano imediato, mesmo aquele que nossa percepção visual não evidencia, e desta forma contribui para inserir conteúdos modernos das Ciências da Natureza em especial, nesta etapa de escolarização. Adicionalmente, a inserção de tópicos relacionados coloca-se como dianda na formação inicial (e também continuada) de professores, uma vez que o processo de ensino e aprendizagem carece da busca por novas metodologias de ensino e formas de verificação da aprendizagem e entendimento dos educandos, e nem sempre os professores estão preparados, como foi apontado pela docente dos alunos que participou desta pesquisa. 
format Artículo (Article)
author Baffa Lourenço, Ariane
Colombo Junior, Pedro Donizete
Guilherme Licio, José
Bovolenta Ovigli, Daniel Fernando
author_facet Baffa Lourenço, Ariane
Colombo Junior, Pedro Donizete
Guilherme Licio, José
Bovolenta Ovigli, Daniel Fernando
author_sort Baffa Lourenço, Ariane
title A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise
title_short A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise
title_full A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise
title_fullStr A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise
title_full_unstemmed A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise
title_sort nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise
publisher Universidad Distrital Francisco José de Caldas
publishDate 2017
url http://hdl.handle.net/11349/19035
_version_ 1712444005203050496
spelling ir-11349-190352019-09-19T21:32:31Z A nanotecnologia na concepção de estudantes do ensino médio: o desenho como elemento de análise THE NANOTECHNOLOGY IN CONCEPTIONS OF HIGH SCHOOL STUDENTS: DRAWING AS ANALYSIS ELEMENT Baffa Lourenço, Ariane Colombo Junior, Pedro Donizete Guilherme Licio, José Bovolenta Ovigli, Daniel Fernando Nanotechnology Science and technology Drawing Teaching Learning Nanotecnologia . Ciência e tecnologia Desenho Ensino Formação A nanotecnologia ti iergido como um campo amplo, promissor e com grande impacto na sociedade, o que acaba por requerer a abordagem desta tematica no contexto escolar da Educação Básica. Neste estudo exploramos as concepções que estudantes dos três anos do Ensino Médio de uma escola pública brasileira apresentam sobre nanotecnologia, a partir de desenhos sobre a tematica por eles produzidos. Identificamos que a maioria dos alunos relaciona a nanotecnologia a aparelhos eletrônicos e circuitos eletrônicos, uma pequena quantidade apresenta uma relação da nanotecnologia com átomos e moléculas e faz uma relação desta área do conhecimento com escala de tamanho. Além disso, observamos que não há diferença significativa das concepções dos alunos com relação à série do ensino médio que cursa. Resultados desta pesquisa indicam que propiciar momentos de reflexão sobre nanotecnologia no contexto escolar torna-se fundamental para que os estudantes tenham a percepção de seu cotidiano imediato, mesmo aquele que nossa percepção visual não evidencia, e desta forma contribui para inserir conteúdos modernos das Ciências da Natureza em especial, nesta etapa de escolarização. Adicionalmente, a inserção de tópicos relacionados coloca-se como dianda na formação inicial (e também continuada) de professores, uma vez que o processo de ensino e aprendizagem carece da busca por novas metodologias de ensino e formas de verificação da aprendizagem e entendimento dos educandos, e nem sempre os professores estão preparados, como foi apontado pela docente dos alunos que participou desta pesquisa.  Nanotechnology has emerged as a broad field promising a major impact on society, which ultimately requires the approach of this subject in schools of basic education. In this study, we explore concepts that Brazilian High School students have about nanotechnology, from drawings produced by them. We found that most students relate nanotechnology to electronics and electronic circuits and a reduced number consider nanotechnology related to atoms/molecules and their connections between this knowledge area with size scale. In addition, we observed that there is no significant difference between students' conceptions regarding the different years of High School. Other results of this research indicate that providing reflection moments about this subject in the school context it is essential for students to recognize the perception of their immediate daily life, even when our visual perception does not show anything, and thus contribute to include modern contents, in the Natural Sciences, particularly to this schooling stage. Additionally, the inclusion of these topics is placed as important in initial (and continuous) teachers training, since the process of teaching and learning requires a search for new teaching methods and teachers are not always prepared, as pointed out by the teacher who participated in this research. 2017-01-01 2019-09-19T21:32:31Z 2019-09-19T21:32:31Z info:eu-repo/semantics/article info:eu-repo/semantics/publishedVersion Artículo evaluado por pares https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/10807 10.14483/udistrital.jour.gdla.2017.v12n1.a2 http://hdl.handle.net/11349/19035 por https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/10807/12109 https://revistas.udistrital.edu.co/index.php/GDLA/article/view/10807/html Derechos de autor 2016 Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias. (Bogotá, Colombia) application/pdf text/html Universidad Distrital Francisco José de Caldas Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias. (Bogotá, Colombia); Vol 12 No 1 (2017): Jan-Jun; 27-42 Góndola, enseñanza y aprendizaje de las ciencias; Vol. 12 Núm. 1 (2017): Ene-Jun; 27-42 Góndola, Enseñanza y Aprendizaje de las Ciencias. (Bogotá, Colombia); v. 12 n. 1 (2017): Jan-Jun; 27-42 2346-4712 2665-3303
score 12,111491