Saúde e trabalho de residentes multiprofissionais

Introdução: o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde (RM) é, no Brasil, uma das estratégias para reorganização do serviço de saúde. Tal programa foi baseado nas Residências Médicas que são alvo de apontamentos críticos relacionados à supervisão e à situação de saúde dos residentes. Na lit...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autores Principales: Santos Rocha, Jéssica, Aparecida Casarotto, Raquel, Basso Schmitt, Ana Carolina
Formato: Artículo (Article)
Lenguaje:Español (Spanish)
Portugués (Portuguese)
Publicado: Universidad del Rosario 2018
Materias:
Acceso en línea:https://repository.urosario.edu.co/handle/10336/29456
https://doi.org/10.12804/revistas.urosario.edu.co/revsalud/a.7265
Descripción
Sumario:Introdução: o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde (RM) é, no Brasil, uma das estratégias para reorganização do serviço de saúde. Tal programa foi baseado nas Residências Médicas que são alvo de apontamentos críticos relacionados à supervisão e à situação de saúde dos residentes. Na literatura são encontrados poucos estudos que investiguem a saúde dos residentes multiprofissionais. O objetivo do estudo foi analisar e correlacionar a qualidade de vida (QV), estresse e satisfação com o trabalho de tais residentes. Materiais e métodos: estudo transversal, com 42 residentes de 2014-2015 de cinco progra- mas de residência multiprofissional dos três níveis assistenciais. Com questionário online, foi estimada a prevalência de estresse e construídas regressões lineares múltiplas para verificar a contribuição das variáveis sociodemográficas, ocupacionais, estresse e de satisfação com o trabalho nos domínios da QV (significància de 5 %). Resultado: verificou-se que 78.9 % dos residentes apresentava estresse. Os residentes estavam parcialmente satisfeitos em relação à satisfação com o trabalho de modo geral. Quanto à QV, os valores apresentados em todos os domínios foram inferiores aos encontrados na população brasileira em geral. Conclusão: a satisfação parcial com o trabalho envolve o relacionamento com os pares, esgotamento pro ssional e grau de exibilidade e de liberdade na participação do residente no processo de trabalho. A prevalência do estresse nos residentes multipro ssionais foi de alta, ele e a mobilidade urba- na contribuíram negativamente para a qv, por outro lado ter atividade de lazer teve in uência positiva."