Desenvolvimento da linguagem na primeira infância e estilos linguísticos dos educadores

O estudo buscou conhecer como se apresenta a linguagem de crianças de um a três anos de idade em situações de brinquedo no contexto de creche e caracterizar os estilos linguísticos dos educadores na interação com essas crianças. Participaram do estudo nove crianças na faixa etária de um a três anos...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autores Principales: Oliveira, Keilla Rebeka Simões de, Aquino, Fabíola, Salomão, Nádia Maria Ribeiro
Otros Autores: Pesquisa filiada ao Programa Institucional de Voluntários de Iniciação Científica (PIVIC)
Formato: Artículo (Article)
Lenguaje:Portugués (Portuguese)
Español (Spanish)
Publicado: Universidad del Rosario 2016
Materias:
Acceso en línea:https://revistas.urosario.edu.co/index.php/apl/article/view/3060
http://repository.urosario.edu.co/handle/10336/15842
Descripción
Sumario:O estudo buscou conhecer como se apresenta a linguagem de crianças de um a três anos de idade em situações de brinquedo no contexto de creche e caracterizar os estilos linguísticos dos educadores na interação com essas crianças. Participaram do estudo nove crianças na faixa etária de um a três anos e suas respectivas educadoras. Os dados foram coletados através de nove observações videogravadas das interações entre as crianças e entre as crianças e os educadores. As observações tiveram duração de 20 minutos, dos quais foram retirados 10 minutos para transcrição dos episódios. Para análise dos dados foram definidas categorias acerca da fala das crianças e das educadoras. Encontrou-se que as crianças de um ano se comunicaram basicamente por meio de gestos, enquanto nas outras idades predominou a interação através da linguagem oral. Os estilos linguísticos dos educadores variaram em função da idade da criança, e a presença do educador foi pouco observada nas interações.