Leitura crítica dos procedimentos estatísticos aplicados no campo da psicologia

Apresentamos uma leitura crítica do uso e aplicação da Estatística em artigos científicos de Psicologia, apontando as principais dificuldades de sua aplicabilidade. Pesquisando a base de dados Biblioteca Virtual em Saúde BVS Psicologia ULAPSI Brasil e utilizando as palavras-chave Estatística e Psico...

Descripción completa

Detalles Bibliográficos
Autores Principales: Rondini, Carina Alexandra, Paulillo, Thaís Souza, Martinhão, Viviane Suzano, Marinheiro, Bianca Molica, Martins, Raul Aragão
Otros Autores: Iniciação Científica - CNPq, Processo nº 21677
Formato: Artículo (Article)
Lenguaje:Portugués (Portuguese)
Español (Spanish)
Publicado: Universidad del Rosario 2016
Materias:
Acceso en línea:https://revistas.urosario.edu.co/index.php/apl/article/view/3165
http://repository.urosario.edu.co/handle/10336/15797
Descripción
Sumario:Apresentamos uma leitura crítica do uso e aplicação da Estatística em artigos científicos de Psicologia, apontando as principais dificuldades de sua aplicabilidade. Pesquisando a base de dados Biblioteca Virtual em Saúde BVS Psicologia ULAPSI Brasil e utilizando as palavras-chave Estatística e Psicologia, encontramos 24 artigos que adotavam estatística básica para coleta e análise de seus dados. Através de estudo bibliográfico e análise de conteúdo, identificamos as possíveis falhas no emprego da Estatística, observando os itens: definição correta da amostra/população, apresentação e justificativa dos testes estatísticos escolhidos, emprego correto dos testes e análise adequada dos resultados. Verificamos que 21 artigos deixaram de apresentar pelo menos uma informação estatística relevante; 9 demonstraram claramente a amostra; 9 definiram um método estatístico para a análise dos resultados e justificaram sua utilização; 12 não descreveram o método usado; 18 fizeram suas análises corretamente. A adoção inadequada e/ou ineficiente da Estatística pode levar a conclusões precipitadas ou mesmo equivocadas dos resultados. Um uso cuidadoso e atencioso da Estatística garante uma produção científica coerente e responsável com os fatos estudados.